Make your own free website on Tripod.com

Eurofãs da Selecção

  Estádio da Luz, 6 de Outubro 2001 - 18:00 Horas
 

 5  - P O R T U G A L - Estónia    - 0

Foi uma jornada memorável.                                                                                            [FOTOS]

A expectativa era enorme. Vieram portugueses de todo lado, mesmo fora de Portugal. Os Eurofãs eram perto de 30: Bruxelas, Hamburgo, Lisboa, Coimbra, Carcavelos Lagos, Açores….

Várias horas antes já se fazia a festa à volta do estádio da Luz e no C.C. Colombo. Uma festa cheia de cor. Impressionante ver tanta gente vestida e pintada de verde e vermelho.

A festa continuava no estádio. A medida que ia enchendo maior era o espectáculo de cor e alegria. O animador de serviço ia ensaiando o apoio. Toda a gente gritava e as "holas" começavam uma hora antes do jogo. E que "holas"? O animador pedia "agora mais lento…" e uma "hola" em câmara lenta levanta-se no estádio estádio; "agora mais rápido…" e as "hola" super veloz corria pelo estádio. Que espectáculo.

Quando os jogadores entraram e o hino tocou 80.000 vozes e cachecóis mostraram todo o seu impacto. Como diria a imprensa o Presidente da Federação da Estónia eles, que não são nada pequenos, parecia anões no meio daquela festa.

Um certo nervosismo instalou-se durante os primeiros minutos do jogo: a Irlanda tinha marcado 2 golos de rompante e a tripla muralha da Estónia não deixava marcar nenhum golo. Contudo, o impagável Eurofã Carlos Brum, gritava cada 3 minutos "essa bola para a baliza…". Fizeram-lhe a vontade. Surge no meio dos gigantes a cabeça de um dos jogadores mais pequenos…mais uma vezes o João Pinto faz um golo essencial e o estádio explode. Mas a Estónia ainda nos pregou um susto no final da primeira parte.

Veio a segunda parte e com entrada de Nuno Gomes e Simão Sabrosa a pressão é cada vez maior sobre a Estónia. E os golos acontecem…Nuno Gomes deu um descanso, Pauleta confirmou se ainda havia dúvidas, Nuno Gomes mais uma vez e finalmente aquela obra arte do melhor jogador em campo: só Figo seria capaz…alguém ainda duvidará que é o melhor jogador do mundo? Finalmente, foi bom ver o regresso do Paulo Sousa a juntar-se a ume equipa que esteve globalmente perfeita.

O jogo terminou e emoção invade. As pessoas abraçam-se e os jogadores pegam numa bandeira portuguesa e dão a volta ao campo no meio da euforia geral.

Depois de sair do estádio ainda houve festa por Lisboa e esse Portugal fora…mas para quem esteve no estádio da Luz uma certeza: um dia que não mais se esquecerá. Maior emoção….só ganhar o Mundial. Aí vamos nós. De novo a caminho do Oriente

Texto e fotos de Pedro Henriques 
Ficha técnica do encontro - FIFA
e Natalie Ventura

 

Voltar